quinta-feira, 19 de junho de 2008

Ana Bolena e Henrique VIII

Ana Bolena ou Anne Boleyn, Marquesa de Pembroke (c. 1500 - 19 de Maio, 1536) foi a segunda mulher de Henrique VIII de Inglaterra e mãe da rainha Elizabeth I. O seu casamento com Henrique VIII foi polêmico do ponto de vista político e religioso e resultou na criação da Igreja Anglicana. A ascensão e queda de Ana Bolena, considerada a mais controversa rainha consorte de Inglaterra, inspiraram inúmeras biografias e obras ficcionais.

Primeiros Anos




Ana era filha de Thomas Boleyn, Conde de Wiltshire e de Isabel Howard, filha do Duque de Norfolk. A data e local do seu nascimento permanecem incertos no intervalo 1495-1509, sendo 1500 o mais provável. Ana foi educada nos Países Baixos, na corte de Margarida, Arquiduquesa da Áustria. Por volta de 1514, viajou para a corte francesa onde se tornou numa das aias da rainha Cláudia de Valois (mulher de Francisco I), onde aprendeu a falar francês e se familiarizou com a cultura e etiqueta deste país. Esta experiência haveria de se mostrar decisiva na formação da sua personalidade.

Em Janeiro de 1522, Ana Bolena regressou a Inglaterra por ordens do pai e entrou ao serviço de Catarina de Aragão, a consorte do rei Henrique VIII de quem a sua irmã Maria Bolena era então a amante oficial. Neste período, Ana desenvolveu uma relação com Henry Percy, o filho do Conde de Northumberland, e os dois chegaram a estar secretamente noivos. O casamento foi impedido por Thomas Boleyn por razões incertas e Ana foi afastada da corte. Em meados de 1525, estava de regresso e no ano seguinte, substituiu a sua irmã mais nova nas atenções do rei. A princípio Ana rejeitou todos os avanços de Henrique VIII, mas em 1527 o rei pediu-a em casamento e ela aceitou, sem ceder em tornar-se sua amante. O início desta relação ao que tudo indica platônica, parece ter desapontado o desejo do rei em procurar o fim do casamento com Catarina de Aragão, que se aproximava da meia idade e já não parecia capaz de produzir um herdeiro varão para a casa de Tudor.

O poder de Ana aumentou de forma exponencial. Tornou-se influente na diplomacia inglesa ao estabelecer uma relação de amizade com Monsieur de la Pommeraye, o embaixador francês que estava apaixonado por ela. O diplomata John Barlow era também um admirador e espiava no Vaticano às suas ordens. Em 1532, Henrique VIII tornou-a Marquesa de Pembroke, fazendo-a a primeira mulher a receber um título nobiliárquico de seu pleno direito. A sua família foi também beneficiada: o pai recebeu o Condado de Ormonde e o irmão George Boleyn tornou-se Visconde Rochford. Ana não era no entanto uma personagem popular. Em 1531 os apoiantes da rainha Catarina organizaram uma manifestação contra Ana Bolena que reuniu 8.000 mulheres nas ruas de Londres.

Os 1000 Dias

Finalmente, em 1532, em Calais, Henrique VIII e Ana Bolena tornaram-se amantes. Tem-se especulado bastante em torno das razões que levaram a esta cedência após tantos anos de resistência por parte de Ana. A 25 de Janeiro de 1533, antes do anúncio oficial da dissolução unilateral do casamento com Catarina de Aragão, Henrique casou-se secretamente com Ana no Palácio de Whitehall. Esta pressa pode ter estado relacionada com uma gravidez de Ana e a necessidade de Henrique VIII em não deixar sombra de dúvidas quanto à legitimidade de um herdeiro. A 1 de Junho, Ana foi coroada Rainha de Inglaterra sob o desagrado da população londrina que boicotou as celebrações. Henrique VIII foi excomungado pelo Papa Clemente VII por esta afronta ao direito canônico a 11 de Julho e em Setembro Ana deu à luz uma menina, a futura Elizabeth I de Inglaterra.

Enquanto rainha, Ana Bolena procurou introduzir muitos aspectos da cultura francesa na corte da Inglaterra. Continuou influente junto do rei e diz-se que foi por sua indicação que a maioria dos bispos da nova Igreja de Anglicana conseguiu o seu posto. Henrique VIII parecia satisfeito com ela em tudo, menos na falta de um herdeiro. Gravidezes subsequentes acabaram em abortos espontâneos e no nascimento de nado-mortos, o que resultou no desapontamento do rei. Em Janeiro de 1536, Catarina de Aragão morreu de doença prolongada, provavelmente cancro, e Ana teve o mau gosto de celebrar o evento vestida de amarelo quando o resto da corte, incluindo Henrique VIII, se encontrava de luto pela Princesa de Gales. A partir de então, Henrique VIII começou a afastar-se da mulher, que consequentemente se tornou vulnerável a intrigas. A gota de água terá sido a subida de Jane Seymour, aia de Ana Bolena, ao estatuto de amante.

Em Maio de 1536, após cerca de 1000 dias como rainha consorte da Inglaterra, Ana foi presa na Torre de Londres acusada de adultério, incesto e do uso de feitiçaria para atrair amantes e o próprio Henrique VIII. Além de, no desespero para gerar um herdeiro ao trono, ser acusada de ter tido relações com seu irmão George Bolena, dando a luz à um 'monstro'. Cinco homens, incluindo o seu irmão, George Bolena ou também nomeado Lord Rochfort, foram também presos e interrogados sob tortura. Baseado nas confissões resultantes, o Parlamento condenou Ana Bolena por traição a 15 de Maio. O casamento com Henrique VIII foi anulado dois dias depois, por razões desconhecidas, uma vez que os registos foram destruídos. A 19 de Maio de 1536, Ana foi decapitada na Torre de Londres e onze dias depois, Henrique VIII casou-se com Jane Seymour.

Curiosidades

A banda britânica McFLY faz referência à Ana Bolena em uma de suas música, intitulada Transylvania. Um filme chamado The Other Boleyn Girl (A Outra) será lançado em 2008. Natalie Portman e Scarlett Johansson interpretarão Ana e Maria Bolena, respectivamente, e Eric Bana interpretará o rei Henrique VIII. O filme terá direção de Justin Chadwick e roteiro de Peter Morgan. Abaixo estão o clipe e a tradução da música Transylvania:

video

Transylvania

Ana Bolena guardava uma lata
em que estavam todas suas esperanças e sonhos
ela planeja fugir com ele para sempre
(para nunca serem vistos novamente)

Deixou um bilhete e começou a sufocar
Pode sentir o nó que está em sua garganta
Está chovendo e ela deixa seu casaco de lado

Desculpe-nos mas nós discordamos
O garoto é ralé você não pode ver?
Nós iremos afogar seus pecados na miséria
E arrancá-lo da história

Pessoas marchando ao som da bateria
Todo mundo está se divertindo
Ao som do amor
Feio é o mundo em que estamos
Se estou certo então prove que estou errado
Estou atordoado para encontrar um lugar ao qual eu
pertença

Quem é seu amante?
Eu não poderia contar
Quando o inferno congelar?
Será quando eu disser
Quem é seu amante?
Eu não poderia contar, quando isso vai parar?

Correndo, caminhando no escuro
Ela está procurando por um coração solitário
Ela o encontra mas o coração dele parou
Ela desaba

Desculpe-nos mas Sua Majestade
Recusando ordens da Rainha
Resulta em uma monstruosidade

Lembre uma voz e ouça ele cantar

Pessoas marchando ao som da bateria
Todo mundo está se divertindo
Ao som do amor
Feio é o mundo em que estamos
Se estou certo então prove que estou errado
Estou atordoado para encontrar um lugar ao qual eu
pertença.

E aqui, o trailer legendado do filme A Outra:

video

13 comentários:

Janainaa disse...

muito interessante a relação que a banda mcfly fez com a Ana Bolena, assim nos faz intender com mais facilidade o assunto, adorei mesmo, sem contar que eles sao umas fofuras!
muito sucesso pra todos :*

Nat Barreiros disse...

finalmente Ana Bolena *-*
a história dela me lembra muito aquela música: 'é melhor ser de várias mulheres do que minha mulher ser de todo mundo' auehiuhaiuehiuae! Eu simplesmente pago um pau pra ela. Uma coisa que eu não sabia é que ela foi decapitada um dia depois do meu aniversário!
Ah, esse clipe do McFly é perfeito e eles contam bem a história da Bolena.
E vamos marcar de ir ver The Other Boleyn Girl no cinema? eu tô doida pra ver esse filme.
com certeza esse foi o melhor post, meninas! adorei.

Joe Jonas disse...

concorrencia no blog nao --' o negocio eh SOS, que transylvania oq rapaziada! saehoisaeoias kisses do joe xD

Mathaus disse...

E vamos marcar de ir ver The Other Boleyn Girl no cinema? isso foi um convite pro cine? opaaa

Carol disse...

krl! A OUTRA É SINIIISTRO HEIN!
fico Hirado :D
beijão genteem

Pedro disse...

muito bom, realmente impressionado com a história, sério fazia tempo que eu nao via blogs tao bons, alias vou me basear nisso pra redação do colégio ;*

steeeeh disse...

ana bolenaaaaaaaaa. gente que interessante a história dela, toh doida pra ver o filme q saiu dela. que boniiiitooo. o blog tah otiiimo meniiinas. olha tem ateh mcfly, que chiiiic ameeei.

joão cunha disse...

adoro mcfly mas como eu nao sei ingres nao sabia oq a musik falava

Leh x] disse...

Henrique VIII e Ana Bolena tornaram-se amantes, e depois se casaram escondidos, como tudo na Idade Média era demais, ai eu amo historia, Ana Bolena ainda introduzio muitos aspectos da cultura francesa na corte da Inglaterra.. oun que lindo *-*
continuem postando coisas legais como essas que eu sempre virei visitar! bjus

Débora Almeida disse...

"Ana Bolena guardava uma lata
em que estavam todas suas esperanças e sonhos"
me parece que os meninos do mcfly adoram historia né galera! hehe
ou estavam inspirados pra escrever a letra dessa musica, muito legal ;D

mariana disse...

Aaah Ana Bolena foi A MAIS FODA. FIKA A DIKA. hahaha

apesar de ter uma coisa meio bisca. ta parei :X

hahaha
ta otimo o blog meniinaas (:

:*

Clarinha disse...

Nossa... muito legal essa parte de curiosidades... Sabia que a maioria de pessoa apenas se interessam por isso???!!! kkkkk Acho que é porque ficam interessadas em captar os erros ou os acertos da coisa toda!!!!
Parabéns pelo blog meninas!! Tá demais... Vou dar mais uma fuçada em tudo!! =)

Cheylla disse...

Nossa, eu que sou uma pessoa culta e que adora história posso dizer: "esses meninos tem futuro!"
Parecem ser inteligentes por terem tido uma idéia que nenhuma outra banda teve até hoje.
Acho que irei aderir a esse novo som.
O trailer do filme eu já tinha visto, foi legal a idéia de vocês, colocarem esse trailer para que pessoas sem profundo conhecimento em história, possam ver, pois, assim terão interesse em assistir no cinema e conhecer de uma maneira diversificada a história de Ana Bolena.
Um dos melhores post de vocês!
Parabéns.

saudações históricas!